erva ou árvore?

Erva ou árvore?

Apesar do nome do projeto Ervas sp, também colonizam o Minhocão plantas que, com rigor científico, não são ervas.
A forma geral de uma planta é chamada hábito. Existem vários hábitos: herbáceo, arbustivo, arbóreo, lianescente, etc. Mas o modo como classificamos o hábito das plantas varia dependendo da disciplina que a elas se refere. Para a Botânica há critérios precisos:

Ervas: Plantas sem crescimento secundário, em que não há atividade cambial e, portanto, não há madeira (xilema secundário). 

Arbustos: Plantas com madeira (xilema secundário), resultante da atividade cambial, ramificadas desde a base.

Árvores: Plantas com madeira (xilema secundário), resultante da atividade cambial, sem ramificações na base.

Dessa forma fica fácil classificar as plantas do Minhocão entre estes três hábitos encontrados. Se a planta tem um caule frágil que se rompe com facilidade e não se nota presença de madeira, é muito provável que se trate de uma erva. Se o caule da planta for mais resistente, com madeira (mesmo que bem escassa), pode ser uma árvore ou um arbusto, basta ver se há ramificações na base.

Note que para a Botânica o tamanho da planta não é critério para a classificação de nenhum hábito. É possível que uma planta de poucos centímetros, como um bonsai, seja uma árvore, e uma planta de vários metros de altura, como um agave ou um pé de cana, seja uma erva. Tudo depende da presença de madeira no caule e de sua ramificação.

Por outro lado, o mais comum é que as pessoas chamem plantas pequenas de ervas, plantas grandes de árvores, e tudo que está entre os dois extremos de arbustos. Isso pode ser um equivoco científico segundo os critérios da Botânica, mas é muito útil para a comunicação informal e está consolidado no conhecimento popular. Poeticamente, nos apropriamos desses conceitos populares para afirmar que há milhares de ervas pelas frestas do Minhocão, embora muitas dessas plantas persistentes sejam, na verdade, pequenas árvores e arbustos.

Texto e foto de Vitor Barão.

Esta foto mostra uma amoreira que se desenvolve na lateral do Elevado, ao lado de uma outra planta de médio porte que não conseguimos identificar... ainda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário