segunda-feira, 9 de março de 2015

A nudez da cidade é cinza...

É previsível que de tempos em tempos uma cidade "limpe" suas paredes, vias, postes, eliminando qualquer sinal de "poluição visual" ou "vandalismo". Para evitar que isso acontecesse no Minhocão, cedo demais, a equipe de produção contatou a prefeitura logo no início do desenvolvimento do projeto. Queríamos evitar que as intervenções fossem encobertas, ao menos durante a realização das expedições. A resposta que nos deram foi de que "pixação" eles pintam, mas "grafite" não. Qual seria o critério? E quem decide? Fica por conta de quem estiver com a tinta e o rolo na mão?

Pois bem, ontem (domingo), fomos ao Minhocão finalizar algumas coisas. Foi uma breve expedição extra. Refiz uma intervenção que precisava de uns retoques e também algumas filmagens das plantas. Notamos que os estêncils ervassp.com, em sua grande maioria, haviam sido encobertos com uma tinta cinza-bege (ou "nude" de cidade, como disse um colega). Então o estêncil era 'pixação'...

Caminhando mais um pouco descobrimos algumas intervenções encobertas com o mesmo "nude". 

Duas dessas intervenções tidas como vandalismo haviam sido as realizadas no último dia de expedição (17/02), estavam vistosas, frescas e lindas. Ontem, estavam desaparecidas...

Sim, é claro que esta ação era prevista, mas não tão logo, e ainda por cima, de maneira tão aleatória. Alguns estêncils encobertos, outros não, umas 3 intervenções pintadas... Entre as manifestações censuradas estavam muitos outros "grafites" ou "pixações", e outras foram poupadas.

P.S.: O curioso, irônico e irritante é que esse projeto só pode ser realizado nessa dimensão porque foi premiado - com verba pública. Agora, outra verba pública é direcionada para uma limpeza (mal feita) da cidade, que encobre parte das realizações do projeto. 

Mas parte, apenas parte.























Um comentário:

  1. parabéns pelo seu trabalho, já identifiquei várias em minha cidade, algumas até com propriedades medicinais.
    até!

    ResponderExcluir