terça-feira, 27 de janeiro de 2015

A velocidade imposta pelo ritmo da metrópole impede a percepção destas manifestações.  São muitos os espaços vestidos de asfalto, onde se ignora a possibilidade de brotar um jardim em miniatura. Tal beleza, tão escondida, precisa ser ressaltada.

Domingo, 25, mais intervenções concluídas, em meio a tantos acontecimentos em homenagem ao aniversário da cidade.






Ver mapa das intervenções ao lado.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Uma vez concluídos o mapeamento e a identificação das espécies, no último domingo, demos início às intervenções. Foi um dia de muito sol, mas à tarde algumas nuvens surgiram para amenizar o calor. A equipe estava em completa sintonia... Vítor, fotografando com seu olhar sensível de biólogo e artista; Caio se emaranhando no asfalto para realizar as primeiras filmagens das ervas - protagonistas de todo esse projeto, e Gabriela e Cássia cuidando de toda a estrutura. Desenhar na companhia de pessoas tão sensíveis, fortes e parceiras, foi uma experiência extremamente prazerosa e gratificante e ocupar o elevado com estas intervenções é um desejo antigo, que agora, está acontecendo.

A primeira intervenção 

(fotos: Vitor Barão)






















A segunda intervenção
(fotos: Vitor Barão)









terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Mapeamento concluído no último domingo, dia 19. Levamos um dia e meio - ou dois domingos e meio (quando o Minhocão é interditado para os carros) para mapear toda a vegetação que brota na parte superior do elevado. Encontramos aproximadamente 43 espécies diferentes, dentre elas, algumas que brotam em todos os cantos, como a Chamaesyce prostrata ou a Amaranthus lividus, e outras que encontramos apenas uma ou duas vezes, como a Impatience walleriana, lindamente escondida no bueiro. Esta etapa contou com a colaboração fundamental do biólogo e fotógrafo Vitor Barão e a participação especial da artista visual Isadora Ferraz, com seu olhar delicado e seus desenhos sensíveis.

(Fotos: Vitor Barão)









quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Domingo, 11, foi o primeiro dia de expedição.

Munidos de cadernos de desenho, câmeras fotográficas, um catálogo de plantas, um mapa do Elevado e muito protetor solar, demos início ao mapeamento das ervas. Ficamos no Minhocão das 8h às 20h30, com pausa para o almoço e para fugir do sol escaldante! Conseguimos mapear mais de 1/3 do Elevado, onde encontramos centenas de pequenas plantas, sendo aproximadamente 30 espécies diferentes. Bastavam alguns passos para encontrarmos alguma vida. Até o momento, identificamos 20 espécies diferentes.

foto: Vitor Barão 
Foto: Vitor Barão

Foto: Vítor Barão

Foto: Vítor Barão

Foto: Vítor Barão







Foto: Cássia Sandoval

Foto: Gabriela Pas
Área mapeada